30/09/2023

Dificuldade na identificação de palavras e na leitura de maneira fluida no 2ª ano do ensino fundamental

Cada criança é um universo único de aprendizado, com seu ritmo e modo particular de absorver o mundo ao redor. No entanto, é comum que alguns educadores e pais percebam, especialmente no 2º ano do Ensino Fundamental, que determinadas crianças apresentem dificuldades na identificação de palavras e na fluidez da leitura. Como pedagoga e psicóloga, queremos trazer à luz estratégias e insights para apoiar essas crianças nesse momento tão crucial de sua jornada educacional.

  1. Reconhecendo a Dificuldade

O 2º ano é um marco na transição entre a decodificação e a fluência da leitura. As crianças começam a migrar da fase de aprender a ler para a fase de ler para aprender. Se uma criança demonstra consistentemente problemas para reconhecer palavras e ler com fluência, é essencial reconhecer isso como uma área que requer atenção, e não apenas como um “atraso” passageiro.

  1. Estratégias na Sala de Aula

a) Foco na Decodificação: Reforce as habilidades de fonética, ajudando a criança a conectar letras a sons e a formar palavras de maneira mais automatizada.

b) Leitura Compartilhada: Este método envolve ler em conjunto com a criança, guiando-a através do texto e dando ênfase à entonação e ritmo.

c) Jogos e Atividades Lúdicas: Jogos de formação de palavras, aplicativos educativos e atividades que incentivam o reconhecimento rápido de palavras podem ser muito úteis.

d) Uso de Textos Multissensoriais: Livros que integram texturas, sons e interatividade podem facilitar o engajamento e a compreensão.

      3. O Papel do Psicólogo na Jornada da Leitura

Muitas vezes, as dificuldades de leitura não estão apenas na superfície. Podem existir fatores emocionais ou psicológicos contribuindo para o desafio. O medo de falhar, a ansiedade ou até mesmo experiências passadas negativas podem influenciar a habilidade de leitura da criança. O trabalho do psicólogo é vital para identificar e abordar essas questões subjacentes.

  1. Comunicação e Parceria com os Pais

A escola e a casa devem trabalhar juntas. Mantenha os pais informados sobre o progresso e as estratégias sendo utilizadas. Eles podem reforçar práticas de leitura em casa e, juntos, criar um ambiente de apoio e encorajamento.

  1. Evitando a Rotulação

Ao lidar com dificuldades de aprendizagem, é crucial evitar rotular a criança. Cada indivíduo tem seu tempo e, com as estratégias adequadas, a maioria das crianças consegue superar os obstáculos iniciais na leitura.

Conclusão

A leitura é uma das ferramentas mais preciosas que oferecemos às nossas crianças, abrindo portas para mundos de imaginação, conhecimento e entendimento. Através da colaboração, compreensão e abordagens adequadas, podemos ajudar todas as crianças a navegar pelo maravilhoso mundo da leitura com confiança e alegria.